O fim e o começo do jornalismo

“Quem morreu não foi o jornalismo, mas o modelo de negócios que existia antes”, resumiu David Carr, XXX do The New York Times, ao final de sua palestra no 7º Congresso da Abraji, a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. O cenário parece catastrófico: nos Estados Unidos, a indústria dos jornais tem hoje metade do tamanho que tinha em 2005 e milhares de jornalistas perderam seus empregos desde 2007. Por isso parece irônico quando Carr afirma:

– Este é o melhor momento na história para ser repórter.

Hoje, o jornalista que está presente nas redes sociais não depende mais de seu editor para replicar sua opinião. Além disso, se você já tem um público pessoal, se torna um profissional mais qualificado e valorizado. Mas é preciso ser engajado.

– As ferramentas são inúteis se vocês não utilizá-las – conclui Carr.

O maior acesso à tecnologia facilitou a vida de quem vive da notícia, mas, agora, são os jornais que precisam encontrar uma forma de sobreviver e competir com as múltiplas oportunidades para o público e para os anunciantes disponíveis online. Para o Times, uma tentativa de solução foi a criar o paywall no site. Agora, o público tem acesso a até 20 notícias por mês gratuitamente; depois dessas, é preciso pagar por cada reportagem acessada.

– O Wall Street Journal teve bastante sucesso com esse modelo; o Times foi um pouco bem sucedido. Não sei se qualquer jornal pode replicar o paywall, mas é preciso que isso dê certo, que esse dinheiro venha de algum lugar. Senão, vários jornais deixaram de existir – sentenciou.

Carr, bem humorado, contou que às vezes se depara com repórteres mais jovens que lhe indagam: “Por que você está tentando acabar com o jornalismo?”.

– Se tiver um piano caindo sobre a sua cabeça você prefere que eu avise ou que deixe cair? O momento não é ruim, nós apenas enfrentamos um problema de negócios. Isso não quer dizer que deixaremos de fazer jornalismo – responde.

Luísa Lucciola

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s